Our Truth #4 – Wrestlemania 27

Depois de quase 1 mês sem internet, aqui estou eu. Infelizmente perdi a minha parte favorita do ano, que é a Road To Wrestlemania, mas pelo menos o mais importante eu consegui acompanhar. Eu assisti o Wrestlemania somente 2 dias depois do evento, mas em alta qualidade e sem saber de nada do que aconteceria, então valeu a pena. Pela primeira vez aqui vou falar de algo que não seja Os Decaídos apesar que falar mal dos outros é muito bom hehe, aqui falarei do que achei de cada parte do Wrestlemania, nem precisa dizer aonde clicar.

Keri Wilson: O Wrestlemania 27 começou demonstrando uma arena muito interessante, mudando bastante se comparada a qualquer Wrestlemania. Demonstrou uma grandeza além do comum. Como sempre, a WWE mostra seu lado nacionalista (coisa natural dentre os estadunidenses) no início com a canção de Keri Wilson. Ela que por sinal, é uma cantora muito boa e cumpriu seu papel muito bem. Mas poderia até ter tocado o Kid Rock denovo, não sendo o Justin Bieber está ÓTIMO.

Promo do The Rock: Assim que Dwayne entrou, foi fácil de se notar a sensação de nostalgia que estava tendo naquela hora. Antes dele começar sua promo, foi mostrado um nervosismo claro, o mesmo nervosismo que ele demonstrou no seu retorno no RAW. Não sei se ele mostrou isso propositalmente ou não, mas acredito eu que todo mundo tenha reparado. Sobre a promo, é promo do The Rock, precisa falar algo? Mesmo com um tempo limitado e só falando do Cena e seus “bordões”, com sua interação com o público, ele conseguiu animar o público mais do que já estava.

Alberto Del Rio com Brodus Clay vs Edge (c) com Christian – World Heavyweight Championship:


O push de Alberto foi/é simplesmente incrível. Deram a oportunidade dele de já mostrar se tem ou não talento para o topo, e ele provou que tem. Quando venceu o Royal Rumble, pensei que sua luta com Edge ou Rey Mysterio (pensei que talvez Rey poderia vencer a Elimination Chamber para continuar sua feud com Del Rio) no que poderia ser o Main Event do Wrestlemania. Mas a verdade é que conforme foi chegando o Wrestlemania, mesmo com uma feud interessante, a luta entre Jerry Lawler vs Michael Cole tinha mais destaque que Edge vs Del Rio. Isso foi desapontante, mas acho que isso se deve ao resultado da luta, mas mesmo assim, descredibilizou uma luta de título mundial, no Wrestlemania! Brodus e principalmente Christian ajudaram a dar uma animada na luta, com intervenções entre eles mesmos. Christian que na verdade deveria estar envolvido nessa luta. Foi criado todo um clima, toda uma situação para Christian se envolver diretamente na feud, como foco dela, principalmente pelo modo que aconteceu seu retorno, mas ele ficar como manager só confirma a falta de confiança que o alto escalão da WWE tem nele como Main Event. A luta começou fraca, monótona e o público acabou perdendo o interesse que tinha ganhado graças a promo anterior de The Rock. Depois ela foi melhorando e cativando o público novamente. A luta deveria ter uns 5 ou 10 minutos a mais, para uma luta por título mundial em um Wrestlemania, foi curta. Mas ela foi boa e foi um ótimo início para o Wrestlemania. Sobre Edge reter, foi parcialmente uma surpresa para mim. Eu pensei na possibilidade de Edge vencer depois do comentário de Michael Cole que ele nunca conseguiu vencer uma luta pelo World Heavyweight Title na Wrestlemania. E com o status que ele tem, e o fato dele estar pensando no fim da carreira, devem ter influenciado muito na decisão da vitória dele. Não tem nenhum problema Del Rio perder agora, porque ele vai vencer esse título daqui um ou dois PPVs, mas o momento no Wrestlemania foi pro Edge.

Nota: 7,5


Cody Rhodes vs Rey Mysterio:

A luta que mais estava ansioso para ver, depois de Undertaker vs Triple H. Faz um tempo atrás que os dois se enfrentaram no SmackDown e eu acabei decepcionado pela luta que fizeram. Não porque a luta tenha sido ruim, mas sim porque pelos dois envolvidos, poderia ter sido bem melhor. Rey Mysterio estranhamente é um dos wrestlers mais desvalorizados pelos fãs. Podem colocá-lo contra um lutador fraco, que ainda tem grandes chances de sair algo de bom. Se colocá-lo com um lutador bom, a luta vai ser boa. Se for um ótimo lutador, garantia de espetáculo. Talvez ele seja tão desvalorizado pelos fãs por ter toda proximidade com as crianças e passar a imagem da PG Era. Já Cody Rhodes é uma das melhores revelações dos últimos tempos. Eu não gostava dele antes, pois o achava um lutador que não cheirava e nem fedia que era carregado pelo nome Rhodes. Mas depois de sair das tag teams, assim que fez sua primeira luta “solo” com John Morrison, mostrou toda sua capacidade como lutador. E parece que o cara não para de evoluir, cada vez mais ele me surpreende mais, tanto no ringue, como em suas promo fortalecendo seu personagem, seja qual ele for. Dizem que Ziggler é o que mais merece ser o próximo Main Event, mas pra mim é Cody. Ziggler talvez seja até mais talentoso no ringue (apesar que eu prefira Rhodes), mas é um pesadelo no microfone. Rhodes sabe levar muito bem os três fatores definitivos: ringue, promos e personagem. Sobre a luta, eu fiquei decepcionado no início. Eu esperava que começasse com tudo e foi meia estranha. Mas depois ela foi crescendo e foi um show à parte, destaque para Rhodes que finalmente conseguiu marcar seu primeiro destaque no Wrestlemania vencendo um ex campeão mundial. Os dois usaram muito bem dos protetores na luta e passaram uma das coisas que mais sinto falta nas lutas de hoje em dia: a psicologia. Uma boa luta com psicologia é sempre algo incrível de se assistir. E a vitória de Rhodes foi a melhor escolha, pois além de dar mais destaque para ele e importância para feud, ajuda a desenvolver melhor a mesma.

Nota: 8,5


Snopp Dogg: Parece que esses momentos nos bastidores com celebridades só ficam interessantes no Wrestlemania. Teddy Long e Snopp Dog parecem estar procurando algum rapper para ajudar Dogg (claro, ele vem na WWE pra isso, muito convincente). Temos Regal com sua maneira de tentar fazer rap, e é engraçado como ele convence que ele realmente está tentando. Pena que um cara como Regal esteja fazendo apenas coisas assim e comentando o NXT… Khali continua mostrando que é só um bobão e Beth Phoenix mostro que sabe cantar bem até. Chirs Masters e Yoshi Tatsu sem comentários… E finalmente Hornswoggle falou! Maldito duende! Mas o grande momento foi Zack Ryder cantando Friday da Rebecca Black! Só tenho um comentário a fazer sobre isso: HAUSHAUSHUAHUSHUAUHSHUASHUAHUSUHAUHSUAAHUSAHUA! Se você não viu, VE-E-E-E-E-JA:

Ryder é um cara que sabe lutar bem e é puro entretenimento, e vem sendo desperdiçado como jobber pela WWE a muito tempo. Então por que a WWE fez ele encerrar a carreira do Tommy Dreamer na WWE se ele era tão respeitado? Detalhe que mesmo sem noção nenhuma, Zack canta menor pior que a Rebecca (fun, fun… que ridículo, ahsuahushuahsua).

The Corre (Ezekiel Jackson, Intercontinental Champion Wade Barrett e WWE Tag Team Champions Justin Gabriel e Heath Slater) vs Big Show, Kane, Santino Marella e Kofi Kingston:

Essa luta me causou uma grande dúvida. Poderia acontecer uma luta terrível para um Wrestlemania ou poderíamos ter uma grande 8-man tag team match, desde que todos soubessem trabalhar bem na luta. E qual das duas aconteceu? Nenhuma! Por que nenhuma? Porque não teve luta! Todos entraram, criaram um bom clima com vários golpes e finishers rapidamente, e acabou. BULLSHIT! Sem nota pra essa palhaçada no Wrestlemania, que nem luta foi. É compreensível que foi por causa do tempo, mas então não era melhor não ter essa “luta” e dar espaço para Bryan e Sheamus que ficaram de fora do Wrestlemania?

Nota: – (BULLSHIT!)


The Rock/Eve: Vendo The Rock se exibindo para Eve me lembrou a época que ele fazia isso para a Trish Stratus. Mae Young apareceu e infelizmente não teve nada de engraçado. Mas pouco importa, pois Mae Young é a Dercy Gonçalves do wrestling, muito velha, meio safada e adora falar palavrão. Tudo serviu apenas para The Rock ficar cara-a-cara com Steve Austin, e o que acontece a seguir? É bom ver você…

CM Punk vs Randy Orton:

Em seguida veio a luta com a melhor feud dentre todas as lutas do Wrestlemania desse ano, e que veio muito desvalorizada. Randy Orton pode ter caído de nível no ringue e estar com um personagem sem graça, mas não há como negar que ele vem sempre tornando suas feuds cada vez mais interessantes. E CM Punk, o cara é o topo da WWE atualmente. Não que ele seja o maior lutador, o mais valorizado ou algo assim. É que Punk é de longe o melhor lutador da WWE atualmente. No ringue, ele sempre foi muito bom, e vem melhorando cada vez mais. Em questão de promos, é o melhor atualmente também (apesar de muitos dizerem que é o Miz, que também é muito bom) e ele finalmente encontrou seu personagem como heel. Punk vinha decaído, com a Straight Edge Society desgastada (que nunca achei que prestou pra início de conversa…) e uma feud chata com Big Show. Depois que foi para o RAW e começou a liderar a Nexus, ele finalmente se achou como heel e vem fazendo seu papel incrivelmente bem. Infelizmente o preço disso foi o fim da Nexus. Ela pode existir ainda, mas ela não é nada comparada com o que já foi, é apenas o grupo seguidor da “fé” de Punk. A luta sem interferência da Nexus foi uma boa escolha, assim a feud pode se concentrar nos dois e pesou no lado psicológico. A lesão no joelho pra mim também foi uma boa escolha, apesar de que sem ela a luta poderia ter sido muito mais dinâmica, mas ela ajudou no grande trunfo da luta: o lado psicológico. A luta em si foi Punk trabalhando na lesão do Orton. Normalmente isso é extremamente chato, mas assim como na Ladder Match entre Sheamus e John Morrison no TLC, a lesão foi usada de forma muito boa e na verdade, adicionando algo mais a luta. A luta foi sólida assim como Edge vs Del Rio, e isso deve-se ao Punk saber usar bem da lesão de Orton e Randy ter acertado nos seus momentos de reação e ter comprido bem seu papel de vender a lesão sem se desvalorizar. Randy falhando ao dar o Punt Kick foi muito bem feito e realmente deu crédito a lesão. Punk escapando no RKO surpreendente no final foi incrível, mas o RKO final foi previsível demais e totalmente sem graça. Esses RKOs desse modo são realmente impressionantes, mas toda hora também enjoa. Fica muito fácil de saber como a luta vai acabar, sem a menor surpresa que tal RKO deveria passar. O resultado de fazer Randy vencer não foi a melhor. Além de aumentar seu status de Superman 2 do Orton, deixou Punk muito por baixa na feud. A lesão na minha concepção tinha sido criada para poder fazer Punk vencer sem desvalorizar Orton e poder continuar da melhor forma a feud, mas não foi isso o que aconteceu.

Nota: 7,5


Michael Cole com Jack Swagger vs Jerry Lawler – Special Guest Referee: “Stone Cold” Steve Austin:

Eu fui o único que achava que essa luta seria uma merda? Apesar de Lawler ter sido impressionante no Elimination Chamber contra The Miz, sabia que seria ruim. Mas foi pior que eu pensei, a luta foi terrível. Foi a coisa que mais poderiam fazer para desvalorizar Lawler, apanhar muito do Cole e ainda perder por DQ. Foi uma ridícula falta de tempo, assim como foi Bret vs Vince no ano passado. O que me deixa irritado é darem tanto destaque pra algo tão ridículo e deixarem Del Rio vs Edge curta e Bryan vs Shemaus fora do Wrestlemania.O que valeu aqui foram pelo Stunner surpresa no Booker T e outro no coitado do Josh Mathews, mas ainda assim não foi grande coisa, esperava que fizessem uma participação melhor do Austin.

Nota: 1 (Bullshit!)


Triple H vs Undertaker – No Holds Barred:

A luta que mais esperava no Wrestlemania e que achei que seria o Main Event, mas com a feud que tiveram, faz sentido não ser. Uma luta dessa magnitude, com tudo um motivo para uma feud violenta, que foi o fim da carreira de Shawn Michaels. Quando Shawn aposentou Flair em 2008, ele teve uma feud muito interessante com Batista exatamente pelo fim da carreira de Flair. Ao invés de usarem isso, os dois ficaram falando como os dois estão no topo de tudo e elevando a moral do outro, um grande desperdício. Triple H entrou ao som de uma música do Metallica (que não lembro qual é) que criou uma atmosfera incrível, seguido pela clássica The Game. Foi disparada a melhor entrada dessa Wrestlemania. Já a de Undertaker foi o mesmo clima sombrio de sempre, mas trocarem seu tema clássico por Ain´t No Grave não foi uma boa idéia. Tudo bem que a música de Johnny Cash é muito boa, mas quebrou toda a atmosfera da entrada do Undertaker. O público que ficava louco quando Undertaker entrava com a música que tinham suas batidas que pareciam o acompanhavam, agora fica quieto somente vendo ele entrar. Sobre a luta, foi incrível. No final dela, fiquei de queixo caído do tanto que os dois me impressionaram, os dois demonstraram que podem fazer a melhor luta entre powerhouses. Por ser uma luta entre powerhouses, foi bastante violenta. Desde o início, os dois se concentraram em se destruir ao máximo e deram grandes momentos na luta. Isso por quase meia hora de luta. Finalmente tivemos a oportunidade de ver cadeiras sendo usadas como deveriam ser usadas na WWE. Só dois com status que tem poderiam fazer algo sim, claro que foram punidos, mas não terão grandes consequências. Eu nunca pensei que poderia ver meia hora de pura destruição no ringue. Mas esse foi exatamente o que não tornou essa luta tão bom quanto Shawn Michaels vs Undertaker nos últimos dois Wrestlemanias. Os dois se concentraram em se bater com spots fora do ringue, socos e os golpes principais, mas deixaram seu move-set de lado. Os golpes mais básicos acabaram não aparecendo na luta e se tivessem sido adicionada, poderíamos ter vista uma luta 5 estrelas de 40 minutos. Por que não aconteceu? Não sei, pode ter sido pelo controle de tempo, ou por Undertaker não aguentar lutar os 40 minutos, mas foi uma pena pois poderia ter sido um espetáculo maior ainda. Undertaker provou de vez que não importa a condição de seu corpo, ele sempre vai dar espetáculo. Ele ainda voltou muito bem perto do que eu esperava e acompanhou Triple H muito bem. Tivemos momentos mais lerdos na luta, mas é normal entre luta de powerhouses. Já Triple H foi um gênio nessa luta. Além de ter mostrado que ele ainda luta muito, ele levou a luta um lado psicológico que nunca tinha visto antes. Nunca uma luta mexeu tanto com a minha mente e ele conseguiu realmente me convencer que venceria a luta (mesmo eu sabendo que isso não aconteceria) pelo menos umas três vezes. Espero que ele possa continuar assim com seus próximos oponentes (o que infelizmente, é difícil). O estado destruído de Undertaker foi impactante, claro que ele se cansou, mas houve todo um exagero para poder deixar Undertaker fora por bastante tempo de um modo convincente. De qualquer jeito, essa luta foi o grande momento dessa Wrestlemania.

Nota: 9,5


Dolph Ziggler e Lay-Cool (Layla e Michelle McCool) vs John Morrison, Trish Stratus e “Snooki”:

Sinceramente, mais uma decepção. Depecção por terem colocado Snooki só pra atrair um público que gosta de um bêbada nanica. Poderia ser feito uma boa feud e luta entre Morrison e Ziggler, mas acabou com apenas um spot de Morrison em Ziggler no Wrestlemania. Snooki só acabou com a luta. Layla não teve papel na luta. O que prestou nessa luta foi a parte da Trish Stratus e Michelle McCool. No setor feminino, muitos sonham com uma luta entre Kong e Phoenix. Eu sonho com McCool vs Trish. Eu admiro muito as duas. Trish é disparadamente a melhor Diva de todos os tempos. Já no caso de Michelle, ela ja foi chamada de nova Stratus e realmente tem muita qualidade no ringue. Só que infelizmente depois de seu heel turn, ele não vem demonstrando isso. Foi muito curta, outra que não pode ser considerada luta, mas valeu a pena ver um pouco de Trish e Michelle. Mas no final das contas, desperdício de tempo.

Nota: –


The Miz (c) vs John Cena – WWE Championship:

Minha expectativa sobre essa luta não era muito grande, mas tive vários motivos para acreditar que ela poderia ser boa. Apesar dos dois serem bem limitados no ringue, eles vem demonstrando boas atuações já faz um bom tempo. Cena vem fazendo boas lutas desde 2009 e conseguiu fazer uma luta muito boa no Wrestlemania passado com um lutador muito inferior à ele, que era Dave Batista. Já Miz não vem fazendo nada impressionante como lutador, mas vem fazendo lutas satisfatórias no seu reinado, inclusive sua luta com Lawler no Elimination Chamber. A feud vem sendo muito boa, e as promos de The Miz vinham sendo um show à parte. Chegando o grande momento, Main Event do Wrestlemania, e eles fazem o possível pior Main Event da história do PPV. A luta teve movimentação horrível, os dois pareciam que tinham acabado de acordar e ainda estavam sentindo uma grande sonolência. 15 minutos de uma luta cansativa e sem graça nenhuma, muito sonolenta. Sem brincadeira ou exagero, essa luta poderia ser passada no NXT e ainda ser criticada pela falta de qualidade dos lutadores. Além da luta horrível, houve uma “bookagem” terrível com a história de Double Count Out (até nisso foi sonolento) e com The Rock aparecendo e fazendo Miz vencer. Isso pareceu mais um final fraco e mal feito de Monday Night RAW. E o pior de tudo é que sacrificaram o Main Event desse Wrestlemania para criar um momento para o próximo Wrestlemania! Tudo bem The Rock aparecer e fazer sua grande aparição no Wrestlemania, eu acho ótimo, mas esse fim com ele foi ridículo. Pelo menos foi legal ver o Rock Bottom no Cena e o People´s Elbow no Miz. Essa escolha de Miz vs Cena para Main Event foi ruim, mas não havia outra boa opção. Das grandes lutas, Undertaker vs Triple H não teve uma feud decente para Main Event de Wrestlemania. Edge vs Del Rio não teve o destaque necessário. Punk vs Orton teve uma feud muito boa mas também não teve o destaque suficiente. A WWE que é culpada por fazer um Main Event com ações tão ridícula quanto a do Wrestlemania em que fizeram Hogan vencer Yokozuna, depois do mesmo ter derrotado Bret Hart.

Nota: 2


Wrestlemania: O Wrestlemania com o card que vinha, já demonstrava que tinha tudo para ser muito ruim. Com o que tivemos, ainda foi lucro. Mas mesmo assim, a WWE perdeu a chance de fazer um evento muito melhor e se salvou por 4 lutas. O Wrestlemania foi mediano por ser metade um show ótimo, metade uma grande merda. As lutas de tag team, Lawler vs Cole e o Main Event foram a grande merda. A empresa do senhor McMahon conseguiu fazer 4 momento para se esquecer no mesmo PPV. Mas em compensação, as outras 4 lutas foram no mínimo boas. Randy vs Punk e Edge vs Alberto Del Rio fizeram boas lutas. Cody Rhodes vs Rey Mysterio foi uma grande luta. Undertaker vs Triple H foi a luta que ainda salvou o nível do PPV. O show foi legal de assistir, apesar do já citado anteriormente, mas poderia ter sido melhor.

Nota: 7


Ranking das lutas (na minha opinião, claro):


1° – Triple H vs Undertaker

2° – Cody Rhodes vs Rey Mysterio

3° – CM Punk vs Randy Orton

4° – Alberto Del Rio vs Edge

5° – Dolph Ziggler e Lay-Cool vs John Morrison, Trish Stratus e Snooki

6° – The Corre vs Big Show, Kane, Santino Marella e Kofi Kingston

7° – The Miz vs John Cena (é, conseguiu ser pior que as duas de cima que nem lutas “na verdade” foram)

8° – Michael Cole vs Jerry Lawler

Recado ao Razor Smith: Eu mandei o e-mail pra você sobre aquele seu texto, mas pelo jeito você me passou o e-mail errado ou eu digitei errado aqui. Bem, o importante é que to vivo. E você é um filho da mãe, um dia depois de começar a escrever esse texto você vem e publica aquele seu! Agora vai ficar parecendo que copiei você xD. Já que é pra parecer que copiei a ideia, peguei as imagens do seu post mesmo.

Recado ao Lucas Godoi: 19 – 0! CARALHO! CHUUUUUUUUUUUUPA! A STREAK NUNCA VAI ACABAR SEU ANTI-TAKER! HAHAHAHAHAHA!

E como sempre, temos a música dessa edição. Hoje teremos uma banda que briga pau-a-pau com Nirvana, Pearl Jam e Alice In Chains para se definir qual foi a melhor banda de Grunge, Soundgarden, com Black Hole Sun:

Até a próxima!

Sobre Erik Edilson (Legend Killer)

Alto, bonito(haha), negão, forte, convencido(?), humilde(?), canceriano, são paulino, roqueiro eclético, Evanescenciano(WTF?)

Publicado em 10/04/2011, em Our Truth, Quadros, Textos e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 17 Comentários.

  1. LaPelecoteco

    Boa resolusão

  2. A unica que não concordo e CM Punk vs Randy Orton, merecia menos.

    E… Soundgarden rules !
    mais briga pau-a-pau com Nirvana, e Pearl Jam eu acho que não chega a esse ponto…
    fica um pouco embaixo com Alice In Chains, Mudhoney…

    • Legend Killer

      Bem, pelo lado que a luta foi levada, ela não agradia tantas pessoas assim, mas pelo menos pra mim foi muito boa.

      E Soundgarden na minha opinião foi a melhor banda de Grunge que já teve, isso porque eu sou muito mais fã do Nirvana. Eu acho Nirvana e Pearl Jam demais, mas sinto que é “deixa eu entrar no seu ouvido que grudo”, o que faz você gostar mais das músicas do que elas mereciam. Posso tar falando merda, mas eu acho SG um pouco melhor.

  3. Lucas Godoi

    Undertaker só vence na cagada e a streak irá acabar ano que vem ou no máximo em 2013 = FATO XD

    E ainda to procurando saber o que viram em Punk vs Orton, a luta foi 1000000000000000000000000x pior que Orton vs HHH na WM XXV, mais lenta, com uma feud pior e sem o mínimo de emoção!

    • Legend Killer

      Na cagada? Cara, você pode matar o cara e tirar a alma dele que ele não leva a contagem de 3 e nem “pede água”! Pelo menos não no Wrestlemania! Pode sonhar, mas a Streak irá sobreviver, para sempre! HAHAHAHAHAHHAHAA! xD

      Orton vs HHH foi melhor sim, teve uma feud melhor, mas ela foi boa. Ela só não foi boa pra um Main Event de Wrestlemania, por isso foi tão criticada. Mas Punk vs Orton foi boa também porque trabalhou bem o lado mental (ou seja, ilude alguns idiotas que ela foi boa xD).

  4. Ricke_SCSA

    Gostei dessa Análise com um esquema de opiniões, mas ficou meio estranho “apertando” cada parte opinativa em um só parágrafo.. podia separa cada coisa e ficaria bem mais “chamavativo” pra ler!

    Não concordo com sua opinião da luta entre Punk e Orton. Pra mim foi umas das piores Feud dessa RTWM, só pelo fato do Orton retirar todos os membros da Nexus dessa Feud SOZINHO, coisa que nem o Cena conseguiu. E se fosse pra botar SÓ OS DOIS pra lutar, sem participação de outros, pra que colocaram o Punk na Nexus?

    As outras, dão até pra concordar, exceto tbm com o Ranking, que mesmo que o ME tenha sido uma porcaria, não é motivo pra colocar depois de lutar lutas que nem ao menos tiveram Feud, não tiveram tempo de luta, e nem tiveram NADA pra ocupar a posição de Miz e Cena!

    • Legend Killer

      Pra mim não importa se o Orton tirou sendo Superman ou não, a feud foi interessante pela intensidade que os dois tiveram, que podia ter sido até maior. E como falei, o Punk entrou e se encontrou na Nexus, mas ele sacrificou a mesma com isso.

      Aqui eu não tava classificando pelo o que fizeram antes, e sim o que fizeram no Wrestlemania. E a luta do Cena vs Miz só teve nome e prestígio, porque não teve NADA de interessante. Já essas duas como falei nem foram lutas direitos, mas pelo menos em alguma coisa entreteram. A 8 Man foi legal no que teve, criou um clima bem legal mas acabou ai, mas fez alguma coisa. E na outra luta de Tag, teve um pouco de McCool vs Trish, que foi bem interessante e pelo menos teve o spot do Morrison no Ziggler. Então coloquei eles na frente por terem tido pelo menos alguma coisa atrativa que prestou.

  5. CONCORDO PLENAMENTE,principalmente na parte da luta do cena vs o miz que foi uma baita de uma porcaria…..resumindo uma das piores Wrestlemanias da historia da WWE

  6. WWE de um push para Zack Ryder ´PLEASEEEE

    • Legend Killer

      WWE de um push para Zack Ryder ´PLEASEEEE²

      Isso tinha que virar uma campanha que nem foi a que fizeram pro Bryan voltar pra WWE ‘-‘

      Infelizmente do jeito que tá, ele deve ser um dos talentosos demitidos nesse mês…

  7. WWE de um push para hawkins,barretta e tyler reks

  8. Razor Sith

    Pow LK, nossas opiniões ficaram quase iguais, menos a parte do Randy Orton. A coluna foi quase igual, hehehe… parabéns, gostei muito dessa sua análise, foi uma Wrestlemania muito fraca, com muitos Bulshits!

  9. Cara não sei se importa muito mais você não avaliou a música da Wrestlemania que pra mim foi uma das melhores e eu não consigo tirar ela da minha cabeça (viciante).

  10. Adriel Curci

    Muito bom o texto. E da próxima vez que você escrever sobre “Decaidos”, fala sobre aquele bosta do Anonimous RAW General Maneger.

  11. Razor Sith

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk’ nem tinha lido o final bacanal! Não sabia que tinha mandado o E-Mail errado, mas você mandou tarde demais… no final ninguém foi sepultado 🙂 pelo menos não que eu saiba.

    Roubou minhas imagens rapá, mas o importante no texto são as opiniões… enfim, da próxima vez que eu pedir sua opinião não arrega hein! ARREGÔ! xD’

  12. Não sei porque mais eu acho a Trish a DIVA mais overrated… Prefiro a LITA ‘-‘

Comente este post ou o Godoi te pegará a noite!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: